Categoria: Formato MARC21

Com objetivo de associar o uso dos campos do MARC21 às regras de catalogação, este material foi organizado seguindo a ordem numérica dos campos do MARC21, com conceitos, observações e exemplos. Os exemplos foram extraídos do livro de Antonia Motta de Castro Memória Ribeiro. Catalogação de recursos bibliográficos: AACR2 em MARC 21. 6. ed. Brasília: Três em Um, 2015.

CAMPO 900 – Itens (Exemplares) (R)

Campo livre para usos locais. Este campo pode ser usado para armazenar dados administrativos e de patrimônio da obra catalogada.

Indicadores – Indefinidos; cada um contém branco (#)

Códigos de subcampo

$n número de registro

$m volume

$l exemplar

$o localização física

$f forma de aquisição

$p data de aquisição

$r fornecedor

$q moeda nacional

$y moeda estrangeira

$k notas

$w data de entrada

$z documentalista

CAMPO 754 – Entrada secundária – identificação taxonômica (R)

Entrada secundária em que o elemento de entrada é o nome ou categoria taxonômica associada com o documento descrito. Os subcampos $a e $2 são sempre utilizados.

Indicadores – Indefinidos; cada um contém branco (#)

Códigos de subcampo

$a nome taxonômico (R)

$c categoria taxonômica (R)

$d nome comum ou alternativo (R)

$2 fonte de identificação taxonômica (NR)

Exemplos:

754 |##| $c kingdom

$a Plantae

$c phylum

$a Spermatophyta

$c class

$a Angiospermae

$c subclass

$a Dicotyledoneae

$c order

$a Rosales

$c fazily

$a Rosaceae

$c genus

$a Rosa 

$c species 

$a setigera

$c variety

$atomentosa

$2 [código para Classificação Lyman David Benson’s Plant]

754 |##| $c family

$a Viperidae 

$c genus

$a Sistrurus 

$c species 

$a miliarius.

$d Dusky pigmy rattlesnake

$d Ground rattler 

$d Pigmy rattler 

$d Pigmy rattlesnake 

$d Rattler$d Rattlesnake

$2 [fonte de identificação taxonômica]

754 |##| $c family

$a Gekkonidae

$c genus

$a Hemidactylus

$c species

$a Turcicus

$d Mediterranean gecko 

$d Mediterranean gekko.

$x Hemidactylus turcicus

$2 [fonte de identificação taxonômica]

754 |##| $c family

$a Pottiaceae

$c genus

$a Barbula

$c species

$a agraria

$x Barbula agraria

$z Species authority: Hedw.turcicus

$2 [fonte de identificação taxonômica]

CAMPO 752 – Entrada secundária – Lugar/Forma hierarquica (R)

Entrada secundária em que o elemento da entrada é a forma hierárquica do nome do lugar que está relacionado com algum atributo particular do documento descrito, tal como o lugar de publicação de um livro raro. Pode-se gerar no formato de exibição um travessão () para separar os subelementos do nome de lugar, por exemplo, CanadáBritish ColumbiaVancouver.

Indicadores – Indefinidos; cada um contém branco (#)

Códigos de subcampo

$a País (R)

$b Estado, Provincia, Território (NR)

$c Prefeitura, Comarca, Região (R)

$d Cidade (NR)

Exemplos:

752 |##| $a France 

$b Doubs.

752 |##| $a England 

$c Greater Manchester $d Manchester.

752 |##| $a United States 

$b Kansas 

$c Butler 

$d Augusta.

752 |##| $a Canada 

$b British Columbia 

$d Vancouver.

CAMPO 655 – Assunto / Gênero/Forma (R)

Incluir termos que indicam o gênero, a forma e/ou as características físicas dos documentos descritos. Os termos de gênero para materiais textuais designam tipos específicos de documentos que se distinguem pelo estilo ou técnica do seu conteúdo intelectual – biografias, catecismos, ensaios, hinos, ou recensões, por exemplo. Os termos relativos à forma e às características físicas designam tipos específicos de documentos que, historicamente ou pelo seu uso, se distinguem pelo aspecto físico, pelo assunto que versam, ou pela ordem da apresentação da informação.

Indicador 1 – Típo de cabeçalho

branco básico

0 facetado

Indicador 2 – Sistema de cabeçalho de assunto/thesaurus

0 cabeçalho de assunto da Library of Congress / lista de autoridades da LC

1 cabeçalhos de assunto da LC para literatura infantil

2 cabeçalhos de assuntos de Medicina / lista de autoridades da NLM

3 lista de autoridade-assunto / National Agricultural Library

4 fonte não especificada

5 cabeçalhos de assuntos Canadenses (NLC)

6 repertoire dês vedettes-matiere (NLC)

7 fonte especificada no subcampo $2

Códigos de subcampo

$a termo gênero/forma (NR)

$b termo não focado (R)

$c faceta / designação de hierarquia (R)

$v subdivisão de forma (R)

$x subdivisão geral (R)

$y subdivisão cronológica (R)

$z subdivisão geográfica (R)

Exemplos:

655 |#4| $aTese…

$zLocal $ydata

655 |#4| $aTese…

$ydata

655 |#4| $aTese…

$xEspecialização em…

$zLocal$ydata

655 |#4| $aDissertação…

$zLocal

$ydata

655 |#4| $aDissertação…

$ydata

655 |#4| $aDissertação…

$xEspecialização em…

$zLocal$ydata

655 |#4| $aTrabalho de projecto

$zLocal$ydata

655 |#4| $aTrabalho de projecto

$xMestrado em…

$zLocal$ydata

655 |#4| $aRelatório de estágio

$zLocal$ydata

CAMPO 585 – Nota de exibições / apresentação (R)

Contém uma nota que cita onde o material descrito foi exposto.

Indicadores – Indefinidos; cada um contém branco (#)

Códigos de subcampo

$a nota (NR)

$3 material especificado (NR)

Exemplo:

585 |##| $3 Litografias coloridas 

$a Exibida: “Le Brun à Versailles,” patrocinada por the Cabinet des dessins, Musée du Louvre, 1985-1986.

68 CAMPO 586 – NOTA DE PREMIAÇÃO (R)

Informação sobre prêmios associados ao material descrito.

Indicador 1 – Controle de exibição

branco prêmios

0 não gerar visualização

Indicador 2 – Indefinido; contém branco (#)

Códigos de subcampo

$a nota de premiação (NR)

$3 material especificado (NR)

Exemplo:

Formato MARC

Catalogação AACR2

586 |8#| $aOscar 98

Oscar 98.

CAMPO 580 – Nota de ligação complexa da entrada (R)

Nota que representa uma ligação complexa entre o documento que está sendo catalogado e outros documentos. Esta relação não é implícita adequadamente a partir dos campos de entrada de ligação – 760-787.

Alguns casos em que o campo é utilizado: 

  • reimpressão, para fornecer detalhes sobre a publicação original;

  • uma publicação seriada relacionada com uma monografia ou outra publicação;

  • uma publicação seriada relacionada com uma ou mais publicações que não se pode nomear;

  • uma publicação seriada com mais de uma periodicidade quando é necessário dois ou mais registros.

Quando este campo é utilizado, registra-se além dele, um outro campo de entrada de ligação.

Indicadores – Indefinidos; cada um contém branco (#)

Códigos de subcampo

$a nota de ligação e entrada (NR)

Descreve a relação.

Exemplos:

245 |00| $aIsto é.

580 |##| $aFundiu-se com: “Senhor”, formando “Isto é Senhor”; volta a ser “Isto é” (abr. 1992) 

785 |17| $tSenhor.

785 |17| $tIsto é senhor.

785 |#0| $tIsto é (1912).

245 |00| $aSenhor.

580 |##| $aFundiu-se com: “Isto é”, formando “Isto é senhor” 

785 |17| $tIsto é.

785 |17| $tIsto é senhor.

245 |00| $aIsto é senhor. 

580 |##| $aFusão de: “Senhor” e “Isto é”.

780 |14| $tIsto é.

780 |14| $tSenhor. 

785 |#0| $tIsto é.

CAMPO 511 – Nota do participante ou do executor (R)

Nota informando sobre os participantes, intérpretes, narradores ou apresentadores. Geralmente exibida e/ou impressa com um termo ou frase introdutória, gerada pelo sistema e baseada no valor do primeiro indicador.

Indicador 1 – Controle de exibição (controla a geração de um termo ou palavra para exibição, precedendo a nota)

0 não gerar visualização

1 elenco 

Indicador 2 – Indefinido; contém branco (#)

Códigos de subcampo

$a nota do participante ou do executor (NR)

$6 ligação (NR)

$8 campo de ligação e número de sequência (R)

Exemplos:

511 1# $a Jackie Glanville.

511 1# $a Colin Blakely, Jane Lapotaire. 

511 0# $a Anchor, Dan Rather.

511 0# $a Monika Wiebe, soprano ; Helena Jungwirth, alto ; Rodrigo Orrego, tenor ; Wolf Matthias Friedrich, B ; Münchner MottetenChor ; Münchner Symphoniker ; Hans Rudolf Zöbeley, diretor.

511 1# $a Anne Baxter (Louise), Maria Perschy (Angela), Gustavo Rojo (Bill), Reginald Gilian (Mr. Johnson), [Catherine Elliot?] (Aunt Sallie), Ben tatar (waiter).

511 0# $a Marshall Moss, violino ; Neil Roberts, cravo.

511 0# $a Intérpretes: Peter Ustinov, Cloris Leachman, Sally Kellerman, Andy Devine.

511 0# $a Apresentador: Alfred Hitchcock.

511 0# $a Narrador: Luiz Lopes.

CAMPO 508 – Nota dos créditos de criação/produção (R)

Informar uma nota que menciona o nome de pessoas ou entidades, com exceção de interprétes, que participaram na produção técnica ou artística da obra. O campo pode ser repetido para notas de créditos complexas ou múltiplas. A nota é geralmente exibida com uma palavra introdutória Créditos:, gerada pelo computador.
Indicadores – Indefinidos; cada um contém branco (#)

Códigos de subcampo

$a notas dos créditos de criação/produção (NR) nota com texto completo.

$6 ligação (NR)

$8 campo de ligação e número de seqüência (R)

Exemplos:

Formato MARC
Formato de exibição
508 |##|  $aProduzido e dirigido por Rauven Dorot ; texto, Sean Watson ; narração, E. Corinaldi ; música, Noam Sherif.
Créditos: Produzido e dirigido por Rauven Dorot ; texto, Sean Watson ; narração, E. Corinaldi ; música, Noam Sherif.
508 |##|  $aRoteiro, John Taylor ; letreiro e desenho, Alan Haigh ; comentarista, Derek G. Holroyde.
Créditos: Roteiro, John Taylor ; letreiro e desenho, Alan Haigh ; comentarista, Derek G. Holroyde.
508 |##|  $aArgumento, Harold Pinter ; música, John Dankworth ; câmera, Gessy Fisher ; editor Reginald Beck.
Créditos: Argumento, Harold Pinter ; música, John Dankworth ; câmera, Gessy Fisher ; editor Reginald Beck.
245 |02| $aA lista de Schindler 
$h[gravação de vídeo] = 
$b Schindler's list / 
$c Universal ; direct by Steven Spielberg ; screenplay by Steven Zaillian ; produced by Steven Spielberg, Gerald R. Molen, Branko Lustig.
508 ## $aProdutor executivo, Kathleen Kennedy; diretor de fotografia , Janusz Kaminski; editor, Michael Kahn; música, John Williams.
A lista de Schindler [gravação de vídeo] = Schindler's list / Universal ; direct by Steven Spielberg ; screenplay by Steven Zaillian ; produced by Steven Spielberg, Gerald R. Molen, Branko Lustig.
Créditos: Produtor executivo, Kathleen Kennedy; diretor de fotografia , Janusz Kaminski; editor, Michael Kahn; música, John Williams.

CAMPO 351 – Organização e arranjo de materiais (R)

Preencher com a informação que descreve a organização e arranjo de uma coleção de documentos. Por exemplo, para arquivos de computador, a informação sobre a organização e o arranjo pode ser a estrutura do arquivo e a sequência organizada do mesmo; para materiais audiovisuais, esta informação pode indicar a forma como uma coleção é organizada. Muito utilizado para coleções de arquivo.

Indicadores – Indefinidos; cada um contém branco (#)

Códigos de subcampo

$a organização (R) informa a maneira pela qual os materiais descritos são subdivididos em subunidades, assim como grupos de registros divididos em série e série em subséries. Neste subcampo podem entrar títulos das unidades individuais. Para arquivo de computador informa a estrutura do arquivo.

$b arranjo (R) contém termos utilizados para descrever o modelo de arranjo dos materiais dentro de uma unidade, como por exemplo, alfabeticamente, cronologicamente, por províncias, etc.

$c nível heirárquico (NR) Contém a posição hierárquica dos materiais descritos em relação com outros registros da mesma fonte.

Exemplos:

351 |##| $cSéries;

$aOrganizada em cinco subséries;

$bOrdenada pela forma do material.

100 |1#| $a Feio, José Lacerda de Araujo,

$d 1912-1973.

245 |10| $a José Feio :

$b fundo documental.

351 |##| $aFundo: José Feio. Séries: Associação dos Geógrafos Brasileiros; Documentos Pessoais: Museu Nacional (subséries: Direção; Zoologia; Educação; Palácio de São Cristóvão e Quinta da Boa Vista); ONICOM.

$cNível de descrição: Fundo

CAMPO 342 – Dados de referência geoespacial (R)

Registrar a descrição da estrutura da referência para as coordenadas em um conjunto de dados. Para trabalhar com um conjunto de dados, o usuário deve ser capaz de identificar com precisão como um lugar foi prejudicado pela aplicação de um método de referência geoespacial, habilitando assim o usuário a manipular os dados para recuperar a localização exata.

Indicador 1 – Dimensão de referência geoespacial

0 Sistema de coordenada horizontal

1 Sistema de coordenada vertical

Indicador 2Método de referência geoespacial

0 Geográfico

1 Projeção do mapa

2 Sistema de coordenada grid

3 Planar local

4 Local

5 Modelo geodético

6 Altitude

7 Método especificado no subcampo $2

8 Depth

Códigos de subcampo

$a nome (NR)

$b unidade de coordenada ou distância (NR)

$c resolução na latitude (NR)

$d resolução na longitude (NR)

$k fator de escala (NR)

Exemplos:

342 |01| $a Policônico 

$g 0.9996

$h 0 

$i 500,000 

$j 0 

342 |05| $s Sistema geodético mundial 72 

$t 6378135 

$u 298.26

CAMPO 340 – Meio fisíco(R)

Informação textual referente a características físicas dos materiais. É geralmente usado apenas para tipos especiais de materiais, tais como aqueles que requerem equipamento técnico para seu uso ou aqueles que necessitam de armazenamento ou conservação especiais

Indicadores – Indefinidos; cada um contém branco (#)

Códigos de subcampo

$a material básico e configuração (R)

$b dimensões (R)

$c materiais aplicados à superfície (R)

$d informação da técnica de gravação (R)

$e suporte ((R)

$i especificações técnicas do suporte (R)

$m formato de livro (R)

$n tamanho da fonte (R)

$2 fonte (NR)

$3 material especificado (NR)

Exemplos:

340 |##| $3self-portrait

$arice paper

$b7” x 9”

$ccolored inks

$enone

$hbetween entry for April 7 and April 19, 1843.

340 |##| $d escrito à mão

$d datilografado. 

340 |##| $a tela

$b 30 x 40 cm

$c pintado a óleo

$e madeira

340 |##| $j original

$2 rda 

340 |##| $j matriz

$2 rda 

340 |##| $k dupla face

$2 rda

340 |##| $m folio

$2 rda  

340 |##| $m 4to

$2 rda

340 |##| $o positiva

$2 rda

CAMPO 257 – País da entidade produtora (R)

Usado para registrar o nome ou abreviatura do país onde está localizado o escritório principal da empresa produtora do filme cinematográfico ou vídeo. É a empresa ou o indivíduo registrado na indicação de responsabilidade, subcampo $c do campo 245 (Título principal).

Indicadores – Indefinidos; cada um contém branco (#)

Códigos de subcampo

$a país da entidade produtora (NR)

$2 fonte (NR)

$6 ligação (NR)

$8 campo de ligação e número de sequência (R)

CAMPO 045 – Código de período cronológico (NR)

A codificação é feita por 4 (quatro) caracteres alfanuméricos que são determinados de acordo com a “Tabela de Período Cronológico”, (ver anexo). Esta informação será retirada do campo do assunto. Caso a obra apresente mais de uma área cronológica, todas devem ser transcritas, separando-se cada uma pelo delimitador $acódigo do período cronológico.

Para as datas relativas ao período antes de Cristo (a.C.), um caractere alfabético representa o milênio e um digito representa o século.

Indicador 1 – Tipo de período de tempo no subcampo $b ou $c

# Subcampo $b ou $c não estão presentes
  0 única data / período de tempo
  1 múltiplas datas / períodos de tempo
  2 abrangência de datas / períodos de tempo

Indicador 2 – Indefinido; contém branco (#)

Códigos de subcampo
$a código do período de tempo (R)
$b formatada abrangendo per. de 9999 D.C. em diante (R)
$c formatada pré 9999 A.C. (R)

Exemplo:

Data

Formato MARC

Ano 400 antes de Cristo = d5d5

045 |# #| $ad5d5

Para as datas depois de Cristo (d.C.), um caractere alfabético e outro numérico representam as décadas. Quando se deseja codificar um número, ano ou um período específico dentro de uma década, o código precisa ser repetido.

Exemplos:

Datas

Formato MARC

1945 = x4x4, isto é, x=1900 e 4 = década de 40

045 |# #| $ax4x4

1930-1945 = x3x4

045 |# #| $ax3x4

CAMPO 044 – Código do país de publicação (NR)

Incluir um código MARC de dois ou três caracteres para o país da instituição produtora ou editora, quando o campo 008/15-17 (Lugar de publicação, produção ou execução) for insuficiente para acomodar toda a informação para um item publicado ou produzido em mais de um país. A fonte do código é MARC Code List for Countries, mantida pela Library of Congress.

Este campo é usado em conjunto com 008/15-17. O código registrado no campo 008 é também registrado no subcampo $a do campo 044.

Indicadores – Indefinidos; cada um contém branco (#)

Códigos de subcampo

$a código do país da empresa publicadora / produtora (R)

$b código do local da sub-entidade (R)

$c código ISO de sub-entidade (R)

Exemplo:

044 |# #| $abr$brs

Referência Bibliográfica

BALBY, Cláudia Negrão. Formatos de intercâmbio de registros bibliográficos: conceitos básicos. Cadernos da FFC, Marília, v.4, n.1, p.29-35, 1995.

CÓDIGO de catalogação anglo-americano: segunda edição revisão 2002. Tradução para língua portuguesa sob a responsabilidade da FEBAB. São Paulo: FEBAB, Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2004.

FERREIRA, Margarida M. MARC21: formato condensado para dados bibliográficos. Marília: UNESP, 2000.

FURRIE, Betty. O MARC bibliográfico: um guia introdutório. Brasília: Thesaurus, 2000.

HAUENSTEIN, Deisi Maria. O formato MARC: sua evolução e perspectivas futuras. Porto Alegre: UFRGS, 2001.

MARC 21 Format for Bibliographic Data. Disponível em: <http://www.loc.gov/marc/bibliographic/>. Acesso em: 14 de maio de 2016.

RIBEIRO, Antonia Motta de Castro Memória. Catalogação de recursos bibliográficos pelo AACR2R 2002. 2. ed. Brasília: Ed. do Autor, 2004.

______. Catalogação de recursos bibliográficos: AACR2R em MARC 21. 6. ed. Brasília: Três em Um, 2015.

TACQUES, Maria de Nazareth Montojos (org.). Manual para entrada de dados em formato MARC. Rio de Janeiro: Fundação Biblioteca Nacional, 1997.

Líder – VM – Material Visual

Página 1-34

ldr          —–ngd##22—–4a#4500

001        número de controle

003        código MARC da instituição

005        20160302142032

008        160302s1988—-enk107#g######q###vleng#d

130 |0#| $aHigh society (Filme)

245 |10| $aHigh society

$h[gravação de vídeo] /

$cMetro-Goldwyn-Mayer

246 |0#| $iTítulo aparece no item como:

$aMetro-Goldwyn-Mayer present Bing Crosby, Grace Kelly, Frank Sinatra in High Society

260 |##| $a[New York] :

$bMGM/UA Home Video,

$c[1988]

300 |##| $a1 fita de vídeo (107 min) :

$bVista Vision, son., color.;

$c1/2 pol.

500 |##| $aBaseado na novela de Philip Barry e no filme cinematográfico de 1940, reeditado em 956, sob o título: The Philadelphia story.

508 |##| $aMúsica e letra, Cole Porter; supervisão e adaptação da música, Johnny Green e Saul Chaplin

511 |1#| $aBing Crosby, Grace Kelly, Frank Sinatra

538 |##| $aVHS Hi-Fi

650 |#4| $aFilme

$zEstados Unidos

700 |1#| $aWalters, Charles

700 |1#| $aPatrick, John

700 |1#| $aPorter, Cole

700 |12| $aBarry, Philip

$tPhiladelphia story

710 |2#| $aMetro-Goldwyn-Mayer

730 |0#| $aPhiladelphia story (Filme)

 

High society [gravação de vídeo] / Metro-Goldwyn-Mayer. – [New York] : MGM/UA Home Video, [1988].

1 fita de vídeo (107 min) : Vista Vision, son., color.; ½ pol.

Título aparece no item como: Metro-Goldwyn-Mayer present Bing Crosby, Grace Kelly, Frank Sinatra in High Society.

Baseado na novela de Philip Barry e no filme cinematográfico de 1940, reeditado em 1956, sob o título: The Philadelphia story.

Música e letra, Cole Porter; supervisão e adaptação da música, Johnny Green e Saul Chaplin.

Vozes, Bing Crosby, Grace Kelly, Frank Sinatra.

Gravado em VHS Hi-Fi.

1. Filme – Estados Unidos. I. Walters, Charles. II. Patrick, John. III. Porter, Cole . IV. Barry, Philip . V. Metro-Goldwyn-Mayer. VI. Título: Philadelphia story.

 

Página 7-11

ldr          —–ngd##22—–4a#4500

001        número de controle

003        código MARC da instituição

005        20160302142032

008        160302s2001—-enk107#g######q###vlpor#d

130 |0#| $a Casa grande & senzala (Filme).

245 |10| $a Casa grande & senzala $h [gravação de vídeo] / $c de Gilberto Freyre ; direção Nelson Pereira dos Santos ; direção e produção Jean Robert.

246 |3#| $a Casa grande e senzala.

246 |0#| $i Título aparece no item como:

$a Regina Filmes, Vídeo Filmes & GNT apresentam Casa grande & senzala.

260 |##| $a Rio de Janeiro :

$b Vídeo Filmes,

$c 2001.

300 |##| $a 4 fitas de vídeo (ca. 48 min cada) :

$b son., color. ;

$c ½ pol.

500 |##| $a Baseado no livro de Gilberto Freyre com o mesmo título.

508 |##| $a Pesquisa de imagem: Antônio Venâncio; som direto: Juarez Dagoberto; música: Heitor Villa-Lobos, para violão; violão: Turibio Santos ; fotografia: José Guerra, ABC ; produção executiva: Maurício Andrade Ramos, Márcia Pereira dos Santos.

511 |0#| $a Edson Nery da Fonseca, professor e Helena Menezes, aluna (narradores) ; Antonio Cadengue, diretor ; Companhia de Teatro Seraphim.

650 |#4| $a Filme

$z Brasil

700 |1#| $a Santos, Nelson Pereira dos,

$d 1928-

700 |1#| $a Robert, Jean

700 |1#| $a Villa-Lobos, Heitor,

$d 1887-1959

700 |12| $a Freyre, Gilberto,

$d 1900-1987.

$tCasa grande & senzala.

710 |2#| $a Vídeo Filmes

 

Casa grande & senzala [gravação de vídeo] / de Gilberto Freye ; direção, Nelson Pereira dos Santos ; direção e produção, Jean Robert. – Rio de Janeiro : Vídeo Filmes, 2001.

4 fitas de vídeo (ca. 49 min cada) : son., color. ; ½ pol.

Título aparece no item como: Regina Filmes, Vídeo Filmes & GNT apresentam Casa grande & senzala.

Intérpretes: Edson Nery da Fonseca, o professor e Helena Menezes, a aluna (narradores) ; Antonio Cadengue, o diretor ; Companhia de Teatro Seraphim.

Créditos: Pesquisa de imagem, Antônio Venâncio ; som direto, Juarez Dagoberto ; música, Heitor Villa-Lobos para violão ; violão, Turibio Santos ; fotografia, José Guerra, ABC ; produção executiva, Maurício Andrade Ramos, Márcia Pereira dos Santos.

1. Filme – Brasil. I. Santos, Nelson Pereira dos, 1928-. II. Robert, Jean. III. Villa-Lobos, Heitor, 1887-1959. IV. Freyre, Gilberto, 1900-1987. V. Vídeo Filmes.

 

Líder – MX – Material Misto

Disponível em <http://acervo.bn.br/sophia_web/index.html>. Acesso em: 05 de agosto de 2016.

ldr          —–nac##22—–4a#4500

001        número de controle

003        código MARC da instituição

005        20160709095436.0

008        001230s19171979—————000-por-d

245 |00| $aDi Cavalcanti

260 |##| $a[S.l. :

$b s.n.]

$c1917-1979

300 |##| $b300 documentos

500 |##| $aRecortes de jornais, correspondências, fotografias, reproduções fotográficas de desenhos e pinturas, poesias, notas, folhetos e catálogos de exposições, projeto de livro e esboço de biografia de Emiliano Augusto Cavalcanti de Albuquerque e Melo, conhecido como Di Cavalcanti.

530 |##| $aDisponível em microfilme MS-598 (1 rolo)

546 |##| $aPortuguês

650 |04| $aSemana de Arte Moderna (1922)

650 |04| $aDi Cavalcanti, 1897-1976 – Correspondência

650 |04| $aArte moderna – Século XX – Brasil

Di Cavalcanti. – [S.l.: s.n.], 1917-1979.

300 documentos.

Recortes de jornais, correspondências, fotografias, reproduções fotográficas de desenhos e pinturas, poesias, notas, folhetos e catálogos de exposições, projeto de livro e esboço de biografia de Emiliano Augusto Cavalcanti de Albuquerque e Melo, conhecido como Di Cavalcanti.

Disponível também em microfilme MS-598 (1 rolo).

Textos em português.

1. Semana de Arte Moderna (1922). 2. Di Cavalcanti, 1897-1976 – Correspondência. 3. Arte moderna – Século XX – Brasil.

 

Disponível em <http://acervo.bn.br/sophia_web/index.html>. Acesso em: 05 de agosto de 2016.

ldr          —–nac##22—–4a#4500

001        número de controle

003        código MARC da instituição

005        20160709095331.0

008        160801s16921927xx-#—gr#—#000#0#mul#d

041 |0#| $aporspafreger

245 |00| $aMoedas do Brasil

260 |##| $a[S.l. :

$b s.n.]

$c1692-1927

300 |##| $b33 documentos

500 |##| $aDocumentos em mau estado de conservação.

546 |##| $aPortuguês

546 |##| $aEspanhol

546 |##| $aFrancês

546 |##| $aAlemão

650 |04| $aCoutinho, Cândido de Azeredo

650 |04| $aPorto Alegre, Manuel de Araújo

650 |04| $aCasa da Moeda

650 |04| $aCasa da Moeda de Ouro Preto

650 |04| $aCasa da Moeda de Lisboa

650 |04| $aCasa de Fundição de Jacobina

651 |#4| $aBrasil

 

Moedas do Brasil. – [S.l.: s.n.], 1692-1927.

33 documentos.

Documentos em mau estado de conservação.

Documentos diversos referentes à: Casa da Moeda, Casa da Moeda de Ouro Preto, Casa de Fundição de Jacobina, cunhagem e falsificação de moedas, medalhas de ouro produzidas em homenagem a aclamação de D. João VI, irregularidades nos pesos das barras de ouro, fabricação de liga e chapinhas de moeda de troco. Mapas sobre a qualidade das moedas da Casa da Moeda de Lisboa. Pareceres de Manuel de Araújo Porto Alegre e Cândido de Azeredo Coutinho sobre o projeto arquitetônico da Casa da Moeda. Documentos de Azeredo Coutinho sobre a Casa da Moeda.

Textos em português, espanhol, francês e alemão.

1. Coutinho, Cândido de Azeredo. 2. Porto Alegre, Manuel de Araújo. 3. Casa da Moeda. 4. Casa da Moeda de Ouro Preto. 5. Casa da Moeda do Brasil. 6. Casa de Fundição de Jacobina. 7. Brasil.

Líder – MU – Música

MU – Música (Discos, fitas, partituras)

 

Página 5-6

ldr          —–ncm##22—–4a#4500

001        número de controle

003        código MARC da instituição

005        20160303142032

008        160303s197u—-bl-zzedf############por#d

100 |1#| $a Schubert, Franz,

$d 1797-1828.

240 |10| $a Música para piano.

$k Seleções;

$o arr.

245 |10| $a Sinfonia inacabada

$h [música] :

$b trechos do filme /

$c Franz Schubert ; arranjo facilitado de Leo Peracchi.

250 |##| $a Ed. Brasília.

260 |##| $a São Paulo :

$b Irmãos Vitale,

$c [197-?].

300 |##| $a 1 partitura para piano (4 p.) ;

$c 31 cm.

500 |##| $a Título da capa.

521 |##| $a “Para piano: 4º Ano”.

650 |#4| $a Música

650 |#4| $a Piano

700 |1#| $a Peracchi, Leo,

$d 1911-1993.

 

Schubert, Franz, 1797-1828.

[Música para piano. Seleções; arr.]

Sinfonia inacabada [música] : trechos do filme / Franz Schubert ; arranjo facilitado de Leo Peracchi. – Ed. Brasília. – São Paulo : Irmãos Vitale, [197-?].

1 partitura para piano (4 p.) ; 31 cm.

Título da capa.

“Para piano: 4º Ano”.

1. Música. 2. Piano. I. Peracchi, Leo, 1911-1993. II. Título.

 

Página 5-11

ldr          —–ncm##22—–4a#4500

001        número de controle

003        código MARC da instituição

005        20160303142032

008        160303s1978—-bl-zzedf############por#d

100 |1#| $aVilla-Lobos, Heitor

$d1887-1959

240 |1#| $aBachianas brasileiras,

$mcanto, piano,

$nn.5;

$oarr.

245 |10| $aBachianas brasileiras nº 5

$h[música] :

$b(para canto e orquestra de violoncelos) : redução para canto e piano /

$cH. Villa-Lobos ; poesia de Ruth Valladares Corrêa e Manuel Bandeira

260 |##| $aSão Paulo :

$bIrmãos Vitale,

$c1978

300 |##| $a1 partitura (23p.) ;

$c31 cm.

500 |##| $aTítulo da capa.

500 |##| $aAcima do cabeçalho: “a Mindinha”.

505 |0#| $a1. Aria (Cantilena) – 2. Dança (Martelo)

650 |#4| $aAria (Cantilena)

650 |#4| $aDança (Martelo)

700 |1#| $aCorrêa, Ruth Valladares

$d1938-

700 |1#| $aBandeira, Manuel

$d1886-1968

Villa-Lobos, Heitor, 1887-1959.

[Bachianas brasileiras, n. 5, canto, piano ; arr.]

Bachianas brasileiras nº 5 [música] : (para canto e orquestra de violoncelos) : redução para canto e piano / H. Villa-Lobos ; poesia de Ruth Valladares Corrêa e Manuel Bandeira. – São Paulo : Irmãos Vitale, c1978.

1 partitura (23 p.) ; 31 cm.

Título da capa.

Acima do cabeçalho: “a Mindinha”.

Conteúdo: 1. Aria (Cantilena) – 2. Dança (Martelo).

1. Aria (Cantilena). 2. Dança (Martelo). I. Corrêa, Ruth Valladares, 1938- . II. Bandeira, Manuel, 1886-1968. III. Título.

 

Líder – MP – Material Cartográfic

Página 3-7

ldr          —–ned##22—–4a#4500

001        número de controle

003        código MARC da instituição

005        20160222142032

008        160302s1994—-bl ####bh#a#####0##rpor#d

245 |00| $aAtlas geográfico mundial

$h[material cartográfico].

250 |##| $a2. ed.

$bbrasileira.

255 |##| $aEscalas variam.

260 |##| $aSão Paulo :

$bFolha de S. Paulo,

$cc1994.

300 |##| $a1 atlas (184 p.) :

$bmapas color. ;

$c32 cm.

500 |##| $aTradução de: The Times Atlas of the world. Family edition. Times Books and Bartholomew, 1993.

500 |##| $aTambém publicado pelo The New York Times.

520 |##| $aInclui guia de pronúncia, dicionário geográfico, abreviações, estados e territórios, comparações geográficas, índice para os mapas.

650 |#4| $aMapa – Mundo

Atlas geográfico mundial [material cartográfico]. – 2. ed. brasileira. – Escalas variam. – São Paulo : Folha de S. Paulo, c1994.

1 atlas (184 p.) : mapas color. ; 32 cm.

Tradução de: The Times Atlas of the world. Family edition. Times Books and Bartholomew, 1993.

Também publicado pelo The New York Times.

Inclui guia de pronúncia, dicionário geográfico, abreviações, estados e territórios, comparações geográficas, índice para os mapas.

1. Mapa – Mundo.

 

Líder – CR – Analítica de Periódico

Página 13-8

ldr          —–nab##22—–4a#4500

001        número de controle

003        código MARC da instituição

005        20160303142032

008        160303s1947—-bl mr#p#r#####0###a1por#d

100 |1#| $aCostas, Ruth

245 |13| $aOs mimados de março :

$bestudantes franceses saem às ruas para exigir empregos estáveis e bem remunerados, como seus pais tiveram /

$cRuth Costas.

650 |#4| $aPolítica de emprego

$zFrança

773 |0#| $tVeja

$gv. 39, n.12 (29 mar. 2006), p. 90-93

$x01007122

 

Costas, Ruth

Os mimados de março : estudantes franceses saem às ruas para exigir empregos estáveis e bem remunerados, como seus pais tiveram / Ruth Costas.

In Veja. v. 39, n. 12 (29 mar. 2006), p. 90-93. ISSN 0100-7122

1. Política de emprego – França. I. Título.

 

Próxima página »