Bruma : manipulação de bases Isis


 

O Bruma é um subprojeto de um projeto maior, chamado ISIS-NBP (em desenvolvimento desde 2007, visa desenvolver novas maneiras de utilizar as bases Isis), que permite visualizar de forma crua o conteúdo da base, através do arquivo mestre (.mst).

Com ele é possível, segundo a página oficial e em tradução livre:

  • criar base;
  • excluir base;
  • importar base de outros formatos, como ISO2709 e mx “ID”;
  • exportar base para outros formatos, como ISO2709, mx “ID”, XML e JSON;
  • copiar base a partir de outra base Isis;
  • adicionar registros;
  • excluir registros;
  • editar registros;
  • gerar algumas estatísticas da base.

Instalação

É desenvolvido em Java e, portanto, requer Java Virtual Machine 1.5 ou superior e pode ser aberto em Linux, Windows e Mac, bastando executar o arquivo .jar.

Uso

Ele pode ser utilizado em conjunto com softwares que utilizam bases Isis, como: ABCD, PHL e Winisis. E pode ser útil para eventuais ajustes que necessitem serem feitos fora do programa em questão ou para verificar uma base corrompida.

Exemplo de registro no Bruma

O mesmo registro em dois formatos no ABCD, versão Suíte Saber:

Exemplo de registro no ABCD, versão Suíte Saber

Dentre os formatos para os quais ele faz exportação, destaco o mx “ID”, que consiste em um arquivo de texto com todas as informações do registro, útil para salvar as informações, mesmo que o programa principal não esteja abrindo a base.

Exemplo de registro no formato de arquivo "ID", visualizado no Sublime Text 2

O Bruma é, portanto, uma opção boa para quem trabalha com bases Isis e quer manipular dados sem depender de um programa específico e sem ter de utilizar comandos no terminal. Já me salvou algumas vezes, inclusive.

 

Fonte: Blog LFreitas

suporte

suporte escreveu 216 artigos

Deixe seu comentário